13/02/2017 às 12h50min - Atualizada em 13/02/2017 às 12h50min

Prefeitura de Barra do Piraí inicia trabalho para amenizar inundações no entorno do Horto Florestal

- Direto da Redação

Divulgação

Uma das mais belas paisagens da cidade, pertencente à Área de Proteção Ambiental (APA) de Barra do Piraí, o Horto Florestal foi o local escolhido para o primeiro encontro entre os integrantes da "sala de crise", criada pelo prefeito Mario Esteves, por recomendação da Defesa Civil. Um balanço do encontro foi divulgado nesta segunda-feira, 13. Representantes das secretarias de Água e Esgoto, Obras, Serviços Públicos e da Defesa Civil analisaram ações que visem a mitigação dos riscos de inundações a partir daquele reservatório até os bairros situados a jusante, quando há chuvas fortes.

 

Segundo relatório da Defesa Civil, foi observado que o local não recebe manutenção há anos e que a área da represa está totalmente assoreada. “Com isso, a grande rede de contribuição hídrica ao redor, em épocas de chuvas intensas, transforma-se num corredor potencial de acumulação e direcionamento de águas. Todo esse volume transborda, inundando os terrenos a jusante, ou seja, com menor altitude”, narra o documento.

 

De acordo com o secretário de Serviços Públicos e interino da Defesa Civil, Rodrigo Baptista, existe a necessidade imediata de dragagem desse material, no solo, que está assoreando e obstruindo a represa. “De forma imediata, funcionários das secretarias de Água e Esgoto e de Serviços Públicos efetuarão, manualmente, a abertura de valas para o escoamento natural de água e materiais em volumes mínimos, e também a abertura controlada da comporta existente. Tais medidas já implicarão num aumento de volume acumulado de água na represa”, diz.

 

Os técnicos informaram que, posteriormente, será efetuado, em curto prazo, análise estrutural e procedimentos necessários para a manutenção da barragem, além de recuperação da comporta existente e instalação de novas, se necessárias. Também será feita a dragagem com equipamentos, para o aproveitamento de toda a altura, e, consequentemente, todo o volume útil da represa.

 

“Assim, a própria captação de água para tratamento e distribuição à população, através da Estação de Tratamento de Água (ETA), será melhorada, pois a acumulação e controle das águas das chuvas estarão garantidos. Todos esses procedimentos visam a mitigação dos riscos e prevenção de acidentes que tanto têm afligido os moradores dos bairros vizinhos devido a enxurradas”, pondera o secretário de Água e Esgoto, Wanderson Luís.

 

Sala de Crise –Debatendo a necessidade de se montar um grupo que promova ações que atenuem os ricos de desastres, o prefeito Mario Esteves montou, na segunda-feira, 6, a chamada "sala de crise". O objetivo é aglutinar diversas secretarias e autarquias no sentido de buscarem, com urgência, alternativas contra as consequências das fortes chuvas que vêm caindo sobre a cidade.

Link
Tags »
Barra do Pirai Região
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se