24/02/2017 às 09h59min - Atualizada em 24/02/2017 às 09h59min

Secretaria de Saúde de Volta Redonda faz campanha de prevenção ao HIV na rodoviária

- Direto da Redação

Divulgação: Assessoria de Imprensa

Diminuir o número de casos e divulgar o Teste Rápido de HIV foi o principal objetivo da campanha de prevenção realizada na tarde desta quinta-feira, dia 23, na Rodoviária Francisco Torres. “O número de casos é crescente, principalmente entre os jovens. É muito importante incentivar o uso do preservativo e a realização do teste rápido para que o tratamento comece logo”, afirmou a médica Graça Kruschewsky, que atua no Programa IST/AIDS do CDI (Centro de Doenças Infecciosas) da secretaria municipal de Saúde de Volta Redonda.

De acordo com os dados estatísticos do CDI (Centro de Doenças Infecciosas) houve aumento no número de casos registrados no município se compararmos os primeiros meses de 2016 com o mesmo período de 2017. Em janeiro e fevereiro do ano passado foram 25 casos contra 34 neste ano, sendo 22 homens e 12 mulheres infectados, doze estão entre os 20 e os 30 anos de idade.

“Fechamos o ano de 2016 com 168 novos casos registrados de HIV positivo. Se não intensificarmos a campanha de prevenção o número esse ano tende a ser maior”, acredita Graça, reforçando que a secretaria está trabalhando para o reforço da campanha.

Neste período pré-Carnaval, uma equipe da secretaria, que inclui agentes comunitários de Saúde, distribuiu preservativos masculinos e ventarolas com material informativo sobre o uso do preservativo e a importância de fazer o Teste Rápido de HIV. Mas é bom ressaltar que durante todo ano as Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família possuem dispensers com camisinhas para a população.

“O preservativo que previne o contágio pelo HIV também protege contra sífilis, HPV e hepatites virais. Precisa ser utilizado”, lembrou a médica do CDI. Além disso, em Volta Redonda, o Teste Rápido de HIV é oferecido em 25 das 43 Unidades Básicas de Saúde do município. O teste também pode ser feito no Centro de Doenças Infecciosas (CDI) Dr. Luiz Gonzaga de Souza Clímaco, no Aterrado. Neste local, o horário de atendimento no CDI para realização do teste rápido é das 7 às 9h, às segundas, quartas, quintas e sextas-feiras. Diariamente, são oferecidas 25 senhas.

A ação na rodoviária atendeu um pedido da Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários). De acordo com a diretora administrativa da Suser, Geane Aparecida Braz Citeli, a iniciativa abrange moradores de toda cidade e ainda a população que chega em Volta Redonda para o Carnaval. Ângela Aquino Patrício, por exemplo, chegou do Rio de Janeiro para passar o feriado na cidade e adorou a iniciativa. “Tenho filho de 19 anos e a importância do uso da camisinha é assunto recorrente lá em casa”, disse.

Para encerrar a campanha educativa durante o pré-carnaval, a equipe da Secretaria de Saúde vai montar uma tenda – que também prestará atendimento de saúde – durante o desfile Bloco da Vida, na sexta-feira, dia 24, na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília. O desfile do grupo, composto por pessoas da terceira idade, das 18 às 22h, abre o Carnaval da Família em Volta Redonda.

Link
Tags »
Saúde Volta Redonda
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se